Mostra de Arte Insensata

20 de maio de 2008

A mostra irá discutir, pelo viés da arte, o lugar da loucura na cidade, entre os dias 28 e 31 de maio, no Espaço Funarte / Casa do Conde (rua Januária, 68, Floresta).

O evento vai abordar a produção artística e cultural dos portadores de sofrimento mental da cidade, com o objetivo de estabelecer um diálogo com a população e outros grupos que produzem arte e cultura fora dos circuitos oficiais. Além da apresentação de cerca de 600 obras produzidas por portadores de sofrimento mental , haverá exposição, seminário, palestras, oficinas, sessões comentadas de filmes, feira de artesanato e uma série de atividades culturais, com shows de artistas como Tom Zé e Dona Jandira.

A exposição e a feira de artesanato, chamada “Mercado Maluco”, estarão abertos à visitação, gratuitamente, a partir do dia 29, de 9h às 21h. O seminário, oficinas e palestras também são de graça, mas os interessados devem se inscrever pelo e-mail mostradearteinsensata@yahoo.com.br, ou pelos telefones 3277-6333 e 3277-7482. Para os shows noturnos, deve-se retirar o ingresso no local , mediante a doação de um quilo de alimento não perecível.

Uma exposição de quadros, desenhos, peças em cerâmica, fotografias, poesias e vídeos estará em cartaz durante os dias do evento, revelando a capacidade criadora dos portadores de sofrimento mental que, por mais de 300 anos, foram excluídos da vida social, sendo confinados em manicômios. O acervo foi produzido por usuários dos serviços de Saúde Mental do Sistema Único de Saúde de Belo Horizonte, em oficinas de artes plásticas, música , dança, teatro e artesanato promovidas nos nove Centros de Convivência da capital .

Fonte: Casa do Conde

Deixe um comentário