Jovens, redes sociais digitais e democracia

16 de junho de 2011

Entre os jovens as redes sociais já são uma realidade atuante para as ações políticas. Segundo pesquisa, realizada em parceria entre a agência Box1824 e o instituto Datafolha, jovens brasileiros enxergam cada vez menos os partidos como uma opção para o engajamento político. Isso porque, 59% dos entrevistados entre 18 e 24 anos afirmaram não ter nenhuma preferência partidária. Mas, 71% consideram a web um meio para fazer política.

Hoje, uma nova forma de interação, comunicação e mobilização social através das redes sociais. Exemplos como as manifestações protagonizadas pela população da Tunísia e do Egito, contra a forma de governo, utilizando desses meios, contribuíram muito para a queda dos presidentes Zine El Abidine Ben Ali e Hosni Mubarak. No Brasil, movimentos como gente diferenciada, marcha da maconha e marcha da liberdade vem sendo feitas como exemplos de mobilização da população para exigirem transformações sociais.

Essas ações só confirmam e comprovam a capacidade das tecnologias digitais de dar projeção a questões políticas e criar novas possibilidades de mobilização da sociedade. Contrariando muitos especialistas e pesquisadores que acreditavam que a sociedade civil viesse a se desmobilizar em todo o mundo, depois do boom de movimentos políticos que marcou as décadas de 70 e 80.

Para entender o que é, como é, quais são as ações política e quais as transformações estamos vivendo a partir dessas novas ferramentas digitais, o 7º Encontro de Twitteiros de Belo Horizonte (ETC-BH) debate o tema “Jovens, redes Sociais e democracia”. O objetivo do evento é discutir o que vem ocorrendo com as sociedades e governos a partir do aumento de pessoas nas redes sociais.

O encontro será no dia 25 de junho (sábado) pontualmente às 10h, no anfiteatro (L2) do Pátio Savassi (Av. do Contorno, 6061 Savassi). O evento é realizado pela Estação do Saber, com coordenação de Júlia Ramalho Pinto, apoio do Shopping Pátio Savassi e Rádio CBN-BH, que fará a transmissão ao vivo do evento.

Para falar sobre o assunto foram convidados o cientista político e produtor cultural, Talles Lopes; a Mestre em Ciências Políticas e historiadora, Regina Helena Alves da Silva; o Doutor em Ciência Política, Bruno Reis; e a psicóloga, Júlia Ramalho Pinto. O encontro será mediado pelo jornalista Marcelo Guedes.

Os interessados em participar do encontro podem fazer a inscrição pelo e-mail contato@estacaodosaber.art.br ou pelo telefone (31) 2551-7663.

Sobre o ETC_Brasil

O evento é um feito de forma local, o ETC_BH tem iniciativa e coordenação da Estação do Saber. O encontro vem tomando proporções cada vez maiores, ao todo são 17 cidades participantes e 14 Estados mobilizados.

O principal foco é reunir os usuários virtuais do Twitter em um relacionamento ao vivo, numa conversa descontraída e sobre assuntos variados. É pensar a relação do Twitter com a cultura, formas de utilização e como o Twitter pode auxiliar na difusão de informações para públicos não interessados na área. A platéia poderá interagir com perguntas e colocações.

O debate poderá ser acompanhado ao vivo pela rádio CBN-BH (106,1 FM), ou através do Twitter com postagem de frases e comentários das apresentações e pela transmissão via Ustream no site da Estação do Saber.

Tags: , , ,

4 comentários

  1. Tatiane Martins disse:

    Ótimo tema!! pena que não estarei em BH!!

  2. Estação do Saber disse:

    Olá Tatiane, obrigado pelo apoio…. se puder, não deixe de conferir o ao-vivo pelo próprio site da Estação.
    Abs

  3. [...] Fonte: Estação do saber e Coletivo Pegada [...]

Deixe um comentário