II Colóquio Internacional do Núcleo Walter Benjamin: “Spuren: rastros traços vestígios”

26 de maio de 2010

Chamada de trabalhos

II Colóquio Internacional do Núcleo Walter Benjamin:

Spuren: rastros traços vestígios”

Rastro e aura. O rastro é a aparição de uma proximidade, por mais longínquo esteja aquilo que o deixou. A aura é a aparição de algo longínquo, por mais próximo esteja aquilo que a evoca. No rastro, apoderamo-nos da coisa; na aura, ela se apodera de nós.

Walter Benjamin, Passagens (M 16 a, 4)

Rastro e aura são, à maneira tipicamente benjaminiana, conceitos-imagem complexos, próximos e distantes entre si, com diferentes conotações conforme o texto e as condições de leitura. Contudo, enquanto o termo aura é mantido no original em latim, Spuren recebeu várias traduções: rastros, traços, vestígios, pegadas, esteira, pista, resquícios, sinais, trilha, testemunho. Há motivos para tal discrepância? Por que o termo Spuren recebeu, por parte da crítica benjaminiana, menos atenção do que o termo aura? No pensamento de Walter Benjamin e na literatura contemporânea, qual o papel e a produtividade desses dois termos e de suas oscilações? Desenvolver essas questões é o objetivo do Segundo Colóquio Internacional promovido pelo NWB (Núcleo Walter Benjamin), da Faculdade de Letras da UFMG, nos dias 17, 18 e 19 de novembro, em 2010.

Já confirmaram sua presença os seguintes palestrantes:

  • Prof. Irving Wohlfarth, EHESS, Paris
  • Prof. Rolf-Peter Janz
  • Prof. Willi Bolle, USP
  • Prof. Márcio Seligmann-Silva, Unicamp
  • Prof. Michele Cometa, Università di Palermo

Os interessados (com titulação mínima de doutor) em participar do II Colóquio do Núcleo Walter Benjamin devem enviar, até o dia 15 de julho de 2010, uma proposta de trabalho de 400 a 600 palavras, anexando um CV ao e-mail spuren.2010@gmail.com. Serão aceitas apresentações em português, alemão, espanhol, francês, inglês e italiano.

A comissão organizadora

(Georg Otte – Sabrina Sedlmayer – Élcio Cornelsen – Luis Alberto Brandão – Volker Jaeckel)

Deixe um comentário