Livro

18 de janeiro de 2008

O livro é uma coletânea dos textos produzidos a partir das palestras do projeto cultural. Funcionando desde março de 2006, foram 90 palestras, ao longo de quase três anos, sobre os mais diversos temas, incluindo enfoques filosóficos, psicanalíticos, literários, de moda, artísticos, cinematográficos, entre outros.

“Selecionar os textos para publicação não foi tarefa fácil, pois todos os temas tiveram um importante papel no esclarecimento e na formação de público. A coletânea foi baseada nas principais solicitações do público participante”, segundo Julia Andrade Ramalho-Pinto.

Os textos publicados são assinados por renomados profissionais como Carla Maria Camargos Mendonça, que discute o sobre a “Imagem de moda e luxo: algumas propostas de reflexão”. A filósofa Imaculada Kangussu discute os laços entre amor e loucura, analisando a história de Louise Labé. O psicanalista Geraldo Martins que aborda a relação de Freud com a arte, a função do fazer artístico, e como foi sendo construída e reconstruída a relação da psicanálise com a literatura. João Carlos Lino discute a liberdade em Hannah Arendt, mostrando como ela deve ser pensada a partir da política e não da livre vontade, relacionando este conceito com pluralidade e não com massificação, com igualdade e não com uniformidade. O filósofo Antônio Cota Marçal que destaca que educar significa transformar a realidade e analisa a importância do educar como um processo de autonomia e interação entre as partes. Julia Andrade Ramalho-Pinto propõe que as organizações atuais reflitam sobre seu papel na sociedade para além do lucro, realizando ações de responsabilidade social que envolvam a cultura com toda a complexidade com que ela se apresenta. E ainda, uma entrevista com o Célio Garcia, na qual ele fala sobre a psicanálise ontem e hoje, um resgate de parte da estória da psicanálise e de seu ensino nas universidades de Belo Horizonte.

Fonte: Estação do saber

Deixe um comentário