Presente através das palavras

1 de dezembro de 2010

Por Tatiane Martins

Fim de ano é sempre um bom momento para a reflexão; avaliar o que fizemos durante os doze meses que chegam ao fim e planejar o que queremos para o futuro. Devido à correria do dia-a-dia esquecemos ou deixamos para mais tarde essa auto-avaliação.

Para compartilhar desejos e anseios, a Estação do Saber convida a todos para um texto coletivo, que reunirá várias sugestões de presentes que não podem ser comprados. Vale oferecer um beijo, alegria, sonhos, amor, carinho, paz etc.

Quem deseja participar deve responder a pergunta “o que você daria de presente e que não pode ser comprado (intangível)?”, para o e-mail (contato@estacaodosaber.art.br) ou através do twitter (www.twitter.com/arpjulia). No dia 21 de dezembro um texto, com as frases e idéias mais interessantes e criativas, será divulgado no microblog.

Segundo a sócia-diretora da Estação do Saber, e curadora do projeto Estação Pátio Savassi, Júlia Ramalho Pinto, a idéia da campanha é propor uma reflexão conjunta de nossos desejos, ações e sentimentos.

“No mundo onde tudo é rapidamente consumido e descartável, como poderíamos envolver as pessoas de forma a expressar seu sentimento e gratidão sem ser através de consumo? A palavra é a melhor forma para isso. Daí surgiu a ideia da campanha, que tem o objetivo de fazer as pessoas expressarem por meio da palavra seu verdadeiro e mais bonito presente para quem ama e considera”, explica Júlia.

9 comentários

  1. Leila Elaine de Oliveira disse:

    O final de ano sugere que reflitamos nossos valores , quem somos, como pensamentos e como podemos contribuir para um mundo mais justo e igualitário. Pensar que ainda o preconceito e a violência nos entorpece e traz inconformação. Mas é preciso resistir a este mundo onde as relações humanas tornaram-se tão volúveis e o consumismo fascina e fabrica individualidades. As pessoas estão vazias de carinho, afeto, uma palavra de encorajamento pode trazer transformações significativas. Considerar que os sonhos movem as pessoas e amizade as une. Neste fim de ano, desejo que as pessoas tornem-se mais solidárias e fraternas a começar no seu ambiente doméstico; que sejam mais tolerantes com seus familiares desejando para o próximo o amor , alegria e bem estar como para si mesmas.

    Leila
    Estudante de Serviço Social

  2. Desejo neste novo ano ideias positivas acerca da vida, do trabalho, do mundo e do homem. Que possamos crer na capacidade humana de transformar.

    Luciana Mansur

  3. Estação do Saber disse:

    Um Namastê (O Deus que habita em mim, saúda o Deus que habita em você”), ou seja, eu saudaria cada Deus (espírito) que habita cada um. Para tentarmos conhecer a “PAZ” que todos deveríamos encontrar.

    Paulo Mariz (via email – contato@estacaodosaber.art.br)

  4. Estação do Saber disse:

    Poderia sugerir várias palavras que usamos em nosso cotidiano! Palavras que são ditas a qualquer custo, mas sem qualquer sentido…
    As palavras nos custam caro, nos suam caro!!! Elas são raras joias que expressadas com verdadeiro sentido nos convocam a um lar sublime.
    Desejo no meio dessas tantas palavras que ouso escrever uma que quero dar-lhes com fervo e imensa intensidade: GENTILEZA

    Keyla Fabíola – (via email – contato@estacaodosaber.art.br)

  5. Estação do Saber disse:

    As palavras podem não dizer muita coisa, mas a correria do dia a dia só é sentida pelas pessoas que não tem um olhar para as coisas simples da vida. Um passáro a cantar dentro de uma cidade barulhenta, alguns pingos de chuvas durante o dia para espantar o tempo “seco” que, de uma forma ou de outra, parece nos acompanhar. Olhar para o entardecer no final de um dia cansativo de trabalho. O por do sol está lá, convidando-nos a apreciá-lo, independente dos acontecimentos concretos de nossas vidas.
    Apreciar, enfim, as coisas belas que não são nem notadas em nosso dia a dia. São as coisas simples que te inspiram a sentir que somos humanos e que podemos nos doar. Difícil? Pode ser, mas nunca impossível.

    Elisa Ferreira (via email – contato@estacaodosaber.art.br)

  6. Estação do Saber disse:

    Algo que não pode ser comprado ” saúde”, ” caráter “, “AMIZADE”

    Magali Matos (via email – contato@estacaodosaber.art.br)

  7. Estação do Saber disse:

    O meu presente seria a palavra: serenidade.

    Manoelina (via email – contato@estacaodosaber.art.br)

  8. ADZ disse:

    Eu desejo que caia. Que caia não, que despenque um “toró” de ideias, pirações e aspirações. Que todos se mecham. Que todos ponham suas cacholas para funcionar e que 2011 o Brasil seja o número 1.

  9. [...] ADZ desenvolveu o e-mail mkt de fim de ano para a  Estação do Saber. A arte foi criada em cima da proposta da Estação de se construir uma mensagem de natal e reveillon única,  composta de frases, palavras e textos enviados pelos internautas através do site, facebook e twitter. “Confira aqui esse presente através das palavras“. [...]

Deixe um comentário