Estação do Saber debate o olhar da psicanálise sobre as artes em Belo Horizonte

18 de outubro de 2013

A Primavera nos convida a ir para ruas e praças e contemplar a natureza mais colorida e bela. O momento é oportuno também para conhecer os eventos culturais que tem movimentado Belo Horizonte (MG). Especialmente as exposições de artes no Circuito Cultural Praça da Liberdade, com o reforço do recém-inaugurado Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) e a exposição internacional Elles, Mulheres Artistas na Coleção do Centro Pompidou, além do tradicional Palácio das Artes, que apresenta a exposição ‘A magia de Escher’.

Nesse contexto de efervescência das artes na capital mineira, o Projeto Estação Pátio Savassi promove, em parceria com a Escola Brasileira de Psicanálise (EBP-MG), mais um debate do ciclo de palestras “A cidade pulsa, a psicanálise escuta”. O evento será no dia 25 de outubro (sexta-feira), às 19h, no anfiteatro (L2) do Shopping Pátio Savassi (Avenida do Contorno, 6061 – Savassi), com entrada franca. O tema “A primavera das artes na cidade”, será conduzido por Márcia Maria Rosa Vieira Luchina, pós-doutorada em Teoria Psicanalítica, e por André Melo Mendes, professor de Comunicação Social da UFMG, que irão analisar o olhar da psicanálise em relação à arte e o que ela pode provocar na sociedade. O que uma obra artística pode provocar em seu leitor? É possível analisar a subjetividade dos artistas presentes nas artes?

De acordo com Márcia Luchina, as artes ajudam a refletir o comportamento humano e a cultura, bem como ampliar o debate sobre a sociedade contemporânea. Durante a palestra, Márcia pretende refletir sobre o tratamento que a exposição ELLES dá ao corpo feminino. André Mendes irá analisar as obras do artista holandês Escher, mostrando ao público como as obras se caracterizam por ilustrações não tradicionais e ricas em possibilidades interpretativas.

Sobre os palestrantes
Márcia Maria Rosa Vieira Luchina – Pós-Doutora em Teoria Psicanalítica (UFRJ). Doutora em Letras: Literatura Comparada, Mestra em Filosofia e Graduação em Psicologia pela (UFMG). Professora recém-doutora do departamento de Psicologia da UFMG (FAPEMIG). É também professora adjunta no mesmo departamento, realizando atividades na Graduação e na Pós-Graduação. Membro do corpo editorial de Asephallus, Curinga e Estudos Lacanianos.

André Melo Mendes – Doutor em Literatura Comparada (UFMG), professor adjunto do Departamento de Comunicação Social (UFMG), membro do GRIS – Grupo de Pesquisa em Imagem e Sociabilidade (FAFICH) e do Grupo de Estudos em Intermidialidade (FALE). Autor de “A complexização do objeto artístico”, pela Editora UFMG e “Mapas de Arlindo Daibert”, pela Editora C/Arte.

Sobre as mediadoras
Júlia Ramalho Pinto – Psicóloga, psicanalista, sócio- diretora da Estação do Saber, curadora do projeto Estação Pátio Savassi e do ETC-BH (Encontro de Twitteiros de Belo Horizonte).

Lilany Pacheco – Psicanalista, membro da Escola Brasileira de Psicanálise e da Associação Mundial de Psicanálise. Doutora em Ciência da Saúde pela UFMG.


Live streaming video by Ustream

Estação Pátio Savassi
O projeto é uma realização da Estação do Saber e do Shopping Pátio Savassi, com curadoria de Júlia Ramalho Pinto. Está no nono ano de realização, com palestras gratuitas, nas quais são discutidos temas contemporâneos, com a participação de intelectuais, escritores e profissionais renomados.
• Mensalmente, às sextas-feiras, terá como temática: “A cidade pulsa, a psicanálise escuta!”.
• Mensalmente, às terças-feiras, terá como temática: “Minas são muitas”.
As palestras poderão ser acompanhadas através do Twitter de Júlia Ramalho Pinto http://twitter.com/arpjulia e da Estação do Saber http://twitter.com/estacaodosaber, com postagem de frases e comentários ao vivo das apresentações. O evento também será transmitido via Ustream, na página da Estação do Saber www.estacaodosaber.art.br (salvo por problemas de ordem técnica das operadoras de internet).

Tags: , , , , , ,

Deixe um comentário